Batata-doce recheada

Há dias, vagueando pela internet, encontrei uma batata-doce recheada e fiquei logo de olho nela. Assim que foi possível, coloquei mãos à obra e ficaram maravilhosas!

IMG_20181030_123859

Podem rechear como entenderem, mas esta combinação é uma vencedora!

Para 2 batatas doces recheadas:

2 batatas doces de tamanho médio

50 g farinheira de castanha – Vale da Aramenha

50 g espinafres congelados

Azeite virgem extra

1 dente de alho

Sal e pimenta a gosto

OPCIONAL: queijo para gratinar

  1. Começar por assar as batatas no forno (aproveitem quando cozerem pão ou fizerem um assado e depois guardem no frigorífico até que suja a oportunidade).
  2. Saltear o alho picado em azeite (utilizei a kCook Multi com o acessório de misturar e salteei por 3 minutos, 130ºC, vel 2).
  3. Cortar uma “tampa” na batata-doce, retirar a polpa da batata e reservar, escavar um pouco da batata preparando um espaço para receber o recheio e juntar essa polpa à anterior.
  4. Adicionar a polpa da batata reservada, os espinafres e a farinheira ao alho e saltear por alguns minutos (utilizei a kCook Multi com o acessório de misturar e salteei por 5 minutos, 130ºC, vel 2). Rectificar temperos.
  5. Colocar o recheio dentro da batata, polvilhar com queijo mozzarella a gosto e gratinar no forno a 200ºC até ficar dourado a gosto.

Aqui acompanhou uma sopa! Espero que gostem!

Parceiros nesta receita:  kCook Multi Vale da Aramenha

 

Anúncios

Waffles fofas de castanha

Estes moldes da Lékué são tão práticos! Preparei a massa, verti na forma e foi ao forno enquanto preparei o resto do pequeno-almoço, que ao fim-de-semana é rico e calmo. Ficaram excelentes!

IMG_20181020_090707

80ml de água

1 colher de café de bicarbonato de sódio

100 g fubá de mandioca

25 g farinha de castanha – uso do Vale da Aramenha

100 g farinha de arroz

3 ovos

180g de manteiga derretida

(OPCIONAL): 1-2 colheres de sopa de açúcar mascavado em cristal para dar um toque crocante

Preparação: 

  1. Misturar os ingredientes num robot de cozinha (utilizei a kCook Multi com o batedor na velocidade 6) ou com uma varinha.
  2. Colocar a massa na forma (fica espessa) e colocar em forno pré-aquecido a 180ºC até estarem cozidas.

43462857_2691919727500397_5544652304956784640_n

Servir com xarope de ácer, geleia de coco, mel ou apenas fruta!

 

Parceiro nesta receita: Sweet Selection, Vale da Aramenha e kCook Multi

 

Panquecas de Outono

Surgiu uma iniciativa engraçadíssima no Lidl que está a entusiasmar as minhas crianças! Ambas adoram estar envolvidas no que comem e tem sido fantástico vê-las escolhar as receitas que querem preparar ou que elas próprias querem preparar.

Hoje de manhã decidimos adaptar uma receita de panquecas e ficou excelente.

IMG_20180925_075820

A receita original chama-se “Panquecas com Fruta de Outono” e as substituações foram simples:

  • Susbtituí a farinha de trigo por farinha de arroz e fubá de mandioca
  • Substituí o leite de vaca por bebida de aveia
  • Em resultado da substituição, a receita necessitava de maior quantidade de líquido, o que colmatei adicionado maior quantidade de bebida de aveia e mais um ovo. Simples 🙂

A receita:

100 g farinha de arroz
100 g farinha de fubá
50 g flocos de aveia sem glúten
2 colheres de café de bicarbonato de sódio
3 dl bebida de aveia
3 ovos
Canela q.b.
2 colheres de sopa de azeite
Azeite para untar a frigideira
Fruta de Outono e canela a gosto

  1. Misturar todos os ingredientes (excepto o azeite usado para untar e a fruta) até ficar um preparado homogéneo – fiz esta preparação na kCook Multi, utilizando o acessório de misturar na vel. 6 por 1 minuto.
  2. Untar uma frigideira com azeite, deixar aquecer e retirar o excesso com papel absorvente.
  3. Colocar uma concha de massa e deixar cozinhar em lume brando, virando apenas quando cozinhada do primeiro. Prosseguir assim com as restantes.

Servir acompanhado com fruta, iogurte e eventualmente um pouco de xarope de ácer.

Podem congelar em recipiente fechado e adequado por até 3 meses.

IMG_20180925_075801

Espero que gostem.

Parceiro nesta receita: kCook Multi

Tartelette de maracujá

Maracujás. Pequenas pérolas douradas que devem ser tratadas com todo o carinho! Nesta sobremesa assim foi.

IMG_20180901_130720[1]

Para a base: 

200 g manteiga fria

120 g fubá de mandioca

80 g polvilho doce

4 colheres de sopa de farinha de coco

2 colheres de sopa de açúcar

  1. Num robot de cozinha processar até ficar numa bola (na kCook Multi triturei por alguns segundos na velocidade 5 com o acessório de triturar).
  2. Forrar as bases pretendidas, pressionando a massa com as mãos na tarteira (não é possível de esticar com o rolo), picar com um garfo, cobrir com papel vegetal e cobrir com feijão seco (usei a forma de tartelette de Sweet Selection). Levar a cozer em forno pré-aquecido a 180ºC até que a massa fique cozida. Arrefecer antes de prosseguir.

Curd de maracujá:

135 g polpa de maracujá (com caroços)

55 g açúcar mascavado

4 gemas

1 ovo

1 colher de sopa de fubá de mandioca

1 colher de sopa de manteiga fria

  1. Colocar todos os ingredientes, excepto a manteiga num tacho ou num robot de cozinha (na kCook Multi programei 7 minutos, vel. 6, 80ºC com o acessório de misturar), misturar bem e cozinhar até engrossar.
  2. Adicionar a manteiga fria no fim e misturar (na kCook Multi triturei por alguns segundos na velocidade 5).
  3. Pode rechear as tartes de imediato ou reservar no frigorífico até utilização (conserva-se perfeitamente por cerca de 1 semana em recipiente fechado).

Cobertura:

2 claras de ovo

200 g natas

1-2 colheres de sopa de açúcar mascavado

  1. Misturar as claras com o açúcar mascavado até ficarem bem firmes (na kCook Multi triturei por cerca de 2 minutos, velocidade 8 com o acessório batedor). Retirar e reservar.
  2. Bater as natas por cerca de 1 minuto na velocidade 10 (depende das natas e da temperatura, verificar e estar atento ao som para não ficar em manteiga). Incorporar as claras delicadamente.
  3. Cobrir as tartes.

IMG_20180901_130852[1]

TWIST:

As minhas pequenas preferiram a versão taça. Basta triturar a bolacha da base (ou outras sobras de bolachas que gostem) e fazer sucessão de camadas.

IMG_20180901_131025[1]

Notas e sugestões: 

  • a quantidade de açúcar sugerida é a que me parece adequada para agradar a paleo e não paleo, num meio termo neutro 🙂

Espero que gostem!

Maracujás maravilhos de FrutPassion – sem químicos!

Parceiros nesta receita: kCook Multi e Sweet Selection

Caril de peixe e arroz ao vapor

Esta foi daquelas refeições simples de preparar, sem chatices e deliciosa!

Usei cerca de 500 g do peixe do preparado de caldeirada do Lidl (o peixe é de boa qualidade, selvagem e sem aditivos) e acrescentei umas tiras de pota.

IMG_20180903_192806[1]

Comecei por fazer o leite de coco na Cooking Chef:

2 colheres de sopa de farinha de coco

500 ml água

  1. Triturar na liquidificadora da Cooking Chef na velocidade 6 por cerca de 1 minuto.

Para o caril (relembro que sendo para crianças, faço esta “espécie” de caril suave):

1 dente de alho

2-3 colheres de sopa de azeite virgem extra

700 g peixe variado

500 ml de leite de coco (não coado) preparado anteriormente

2 cenouras em quadrados

1 tomate (OPCIONAL)

Curcuma e sal marinho q.b.

Coentros para colocar no momento de servir

  1. Colocar na taça da Cooking Chef o alho e o azeite a 110ºC por 3 minutos – sem acessório.
  2. Adicionar o peixe ainda congelado, cenoura, leite de coco e temperos.

No cesto preparei o arroz:

1 chávena de arroz

3 chávenas água

1 colher de sopa de manteiga

Sal marinho q.b.

Coentros picados

  1. Forrar o cesto de vapor com papel vegetal. Colocar os restantes ingredientes.
  2. Programar a 110ºC por 30 minutos. Servir.

IMG_20180903_192401[1]

Espero que gostem! Simples, rápido e bom!

IMG_20180903_192758[1]

Eu acompanhei com batata doce, e este foi o prato da mais pequenita:

IMG_20180903_193115[1]

 

Parceiros nesta receita: Cooking Chef

Muffins salgados

Foi a minha filha mais velha que fez estes muffins. Serviram de jantar num sábado à noite a acompanhar um feijão verde guisado.

IMG_20180825_190746[1]

São óptimos para aproveitamento de sobras e ficam lindamente num pic-nic!

Rendem 4:

3 colheres de sopa de farinha de coco

4 colheres de sopa de fubá de mandioca OU farinha de arroz

3 ovos

150 g iogurte natural

sal marinho q.b.

1/2 colher de café de bicarbonato de sódio

Recheio: sobras de carne, sobras de queijo fresco, vegetais cozidos, cenoura ralada, etc.

IMG_20180825_190752[1]

  1. Misturar todos os ingredientes com o batedor (na kCook Multi com o acessório de misturar, na velocidade 6).
  2. Colocar em formas de queques (utilizo a forma para muffins Lékue de Sweet Selection), levar a forno pré-aquecido a 180ºC até cozer.

Espero que gostem!

IMG_20180825_190924[1]

Parceiros nesta receita: kCook Multi e  Sweet Selection

Pataniscas de feijão-verde

Acho que nunca tinha feito pataniscas, pelo menos que me recorde, isto porque as receitas eram sempre “farinha, ovos e água q.b.” . Ora se nunca fiz pataniscas, como saber a textura pretendida, não é? 🙂

IMG_20180802_192416

Peguei então na receita de pataniscas de peixe da Evans e alterei para os ingredientes que tinha. Ficaram óptimas! A repetir!

2 ovos

4 colheres de sopa de polvilho doce

2 colheres de sopa de fubá de mandioca

1 colher de sopa de vinagre

Feijão-verde cozido q.b.

Sal marinho moído q.b.

IMG_20180802_191524

  1. Cozer o feijão-verde arranjado (Cozi na Cooking Chef, sem acessórios a 100ºC durante 15 minutos). Escorrer.
  2. Misturar os restantes ingredients (a massa deve ficar espessa o suficiente para não escorrer na frigideira) – na Cooking Chef misturei com o batedor em pinha durante 30 segundos na velocidade 4.
  3. Aquecer uma frigideira, untar com um pouco de azeite (em alternativa podem preparar no forno ou fritar em azeite ou óleo de coco) e colocar colheradas da massa, virando apenas quando estiver cozida desse lado. Deixar cozinhar do segundo lado mais um pouco.

IMG_20180802_191537

Aqui acompanharam uns camarões salteados.

IMG_20180802_191534

Maravilhosas!

IMG_20180802_191551

Espero que gostem!

 

Parceiros nesta receita: Cooking Chef

Clafoutis

A minha filha mais velha e o marido adoraram esta sobremesa (eu não provei e a mais nova prefere coisas mais simples), fica fantástica! Podem usar a fruta que mais apreciarem, eu prefiro o contraste com fruta mais ácida!

IMG_20180801_123321[1]

Vamos à receita?

80 ml de bebida vegetal (a gosto – normalmente uso amêndoa)

3 ovos

Açúcar mascavado OU açúcar de coco OU mel a gosto (sugiro 2-3 colheres de sopa para começar)

2 colheres de sopa de manteiga

30 g farinha de amêndoa

30 g polvilho doce

IMG_20180801_123326[1]

  1. Misturar todos os ingredientes até ficar homogéneo (na Cooking Chef com o batedor em pinha bati por cerca de 1 minuto na velocidade 4).
  2. Verter numa tarteira –  utilizei a tarteira LINDA Corolle de Sweet Selection.
  3. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 35 minutos.

Em cima temos Clafoutis de Mirtilos e aqui em baixo, de ameixas.

IMG_20180724_195837[1]

Espero que gostem!

Parceiros na receita: Cooking Chef Sweet Selection.

Bolo Fabulásmico

Este bolo fica fabuloso, húmido q.b., fofo, saboroso! Acredito que passaria por um bolo com trigo facilmente!

 

IMG_20180702_184957

E se for recheado com um chantilly ficará assim qualquer coisa de fabuloso!

6 ovos

120 g farinha de castanha – usei a farinha do Vale da Aramenha

60 g cacau em pó

100 g fubá de mandioca

1 colher de café de bicarbonato de sódio

50 g açúcar mascavado OU mel

150 ml azeite ou manteiga

1 colher de sopa de farinha de coco

1 colher de sopa de vinagre de sidra

120 ml bebida vegetal

  1. Com a batedeira (eu utilizei a Cooking Chef com o batedor de pinha na velocidade 4 – 6) bater as claras em castelo e reservar.
  2. Na taça bater as gemas com os restantes ingredientes por alguns segundos até estar incorporado (bati por cerca de 30-45 segundos na velocidade 6).
  3. Incorporar as claras em castelo com o preparado anterior.
  4. Verter numa forma untada com manteiga – neste caso utilizei esta travessa linda! e levar a cozer em forno pré-aquecido a 180ºC até estar cozido (aproximadamente 30 minutos).

Espero que gostem!


 

Parceiros nesta receita: Cooking ChefVale da Aramenha e Sweet Selection

Sete da Pá – Solar da Giesteira

Hoje falo-vos de uma peça de carne e do que preparei com ela. A peça sete da pá, é tenra e muito suculenta e resulta lindamente em bifes finos ou em cozedura lenta. Já vos falei por várias vezes da minha preferência pela carne do Solar da Giesteira, mais do que uma carne de pasto é uma carne proveniente de animais criados em regime de montado, o que contribui para um sabor mais rico e um maior interesse nutricional.

Então o que fizemos?

  1. O marido limpou e arranjou a peça cortando em bifes finos. A carne ficou a marinar temperada com azeite, alho, sal, alecrim e um pouco de pimentão doce.

IMG_20180610_173543

2. Aquecer a frigideira de aço inox e fritar a carne, terminando de a cozinhar com um pouco de manteiga. Os bifes eram finos, cozeram muito rapidamente.

Na primeira refeição, comemos assim simples, com legumes, batatas, salada. Deixo-vos aqui um exemplo de como tento preparar as refeições: diversas opções, onde cada um coloca os acompanhamentos que prefere.

O tupperware da imagem também faz parte da nossa rotina, onde preparo sempre o almoço para o marido levar no dia seguinte.

IMG_20180610_191053

Aqui fica a primeira dose do prato da minha mais pequena.

IMG_20180610_193213

As sobras ainda deram para mais 2 refeições e por fim, uma quiche maravilhosa!

-> Receita base da quiche aqui neste link

SAMSUNG CAMERA PICTURES

A minha filha mais velha adora quiche e foi o que acabou por levar numa excursão no dia seguinte a pedido dela.

Servidos?

Parceiros nesta receita: Solar da Giesteira

SAMSUNG CAMERA PICTURES