Muffins de castanhas

Há dias vi esta receita num grupo paleo, partilhada pelo membro Cláudia Reves. Não resisti a experimentar e que bom que o fiz! Achei-os deliciosos em termos de sabor e com uma excelente textura. Foram aprovados por todos!

IMG_20180608_193830[1]

Usei um puré de castanha que tinha comprado, mas podem cozer castanhas e triturar em puré. O puré que usei era adoçado com sumo de uva, portanto não adocei os muffins, se fizerem puré em casa, adocem com mel a gosto.

170 g puré de castanha

80 g farinha de castanha – usei farinha do Vale da Aramenha

80 g polvilho doce

1 colher de café de bicarbonato de sódio

70 g mascarpone ou 100 ml bebida vegetal

3 ovos

1 colher de sopa de óleo de coco

2 colheres de sopa de farinha de coco

  1. Misturar o óleo de coco, com os ovos,o mascarpone e o puré de castanha – bati na kCook Multi na velocidade 3 com o acessório batedor a 35 graus.
  2. Adicionar os restantes ingredientes e misturar até ficar homogéneo – na kCook Multi na velocidade 5.
  3. Colocar nas formas de muffins -utilizei a forma para muffins de Sweet Selection – enchendo quase até acima e, se o pretenderem, polvilhar com canela do Ceilão. Levar a forno pré-aquecido a 180ºC até estarem cozidos.

IMG_20180608_193433[1]

Espero que gostem!

IMG_20180608_193545[1]

Parceiros nesta receita: kCook Multi, Sweet SelectionVale da Aramenha

 

Anúncios

Torta de Curgette

Esta torta de curgette voltou a estar na moda, desta vez graças à Anabela do grupo paleo descomplicado. Se não a fiz da primeira vez que a vi, ou da segunda…desta vez não resisti! 🙂 E ainda bem que o fiz, é uma excelente opção, a filha mais velha adorou!

IMG_20180611_190939[1]

De notar que a filhota mais velha preparou os legumes, enquanto brincava de cozinheira no quintal, então usei: tomate, cenoura e curgette.

IMG_20180611_163816[1]

Ingredientes:

2 curgettes

1 cenoura

1 tomate

4 ovos

Sal marinho q.b.

Aromáticas da Margão

  1. Começar por ralar tudo no ralador grosso  – usei (disco nº3) da Cooking Chef.

IMG_20180611_172048[1]

2. Escorrer um pouco e depois com a ajuda das mãos ou de um pano, forçar a saída do máximo de líquido possível.

3. Misturar os ovos,  sal q.b. e aromáticas – para tal, coloquei novamente na taça e com a lâmina e misturei na velocidade de mistura.

4. Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal – uso este tabuleiro da Sweet Selection. E levar a forno pré-aquecido a 180ºC até estar cozido.

IMG_20180611_174414[1]

5. Rechear a gosto. Enrolar e levar novamente ao forno.

IMG_20180611_182323[1]

Sugestões de recheio: 

mascarpone ou creme de coco

queijo fatiado – usei Maasdam bio do Lidl

chourição

presunto

cogumelos

IMG_20180611_190758[1]

  1. Untei toda a torta com um pouco de mascarpone.
  2. Na parte das filhotas coloquei apenas presunto e na nossa parte coloquei queijo, chourição e cogumelos fatiados finamente.

Servi com batatas fritas feitas na Delonghi Multifry

IMG_20180611_191325[1]

Espero que gostem!

Parceiros nesta receita: Cooking ChefSweet Selection

Crinkles de chocolate :)

Para quem não conhece, crinkles são bolachinhas gulosas e que se caracterizam por estas “rachaduras” que surjem quando cozem.


IMG_20180605_195046[1]Há anos que não fazia e depois de umas pesquisas na internet, encontrei algumas receitas interessantes, nas quais efectuei uns ajustes e aqui estão: deliciosas!

3 claras de ovo

2 cs açúcar mascavado (ou outro à escolha)

1/4 chávena de cacau em pó (Ox-nature é excelente opção)

1 colher de sopa de farinha de coco

1 colher de sopa de fubá de mandioca ou polvilho doce (ver mais aqui)

200 g chocolate com mais de 80 % cacau

1 colher de sopa de óleo de coco

1 colher de café de bicarbonato de sódio

1 colher de sopa de vinagre de cidra (uso do Lidl)

farinha de coco para envolver

  1. Começar por bater as claras – não necessitam de ficar em castelo, apenas em espuma (na Cooking Chef bati com o Batedor K enquanto derreti o chocolate em banho-maria).
  2. Derreter o chocolate com o óleo de coco em banho-maria ou no microondas.
  3. Adicionar todos os ingredientes (excepto a farinha de coco para envolver) às claras. E bater durante cerca de 1 minuto, até ter uma massa homogénea.
  4. Enquanto o forno aquece a 180ºC, colocar a massa no frigorífico para que fique moldável.
  5. Formar bolinhas, passar por farinha de coco e cozer por cerca de 12 minutos ou até ficarem a gosto. A receita rende cerca de 12-20 bolinhas, dependendo do tamanho desejado (cozem mais rapidamente se forem menores).

São super-deliciosas, já vos disse? Não sou de bolachinhas mas estas conquistaram-me!

IMG_20180605_195049[1]

Parceiros nesta receita: Ox-nature e Cooking Chef

 

Para o dia da criança, temos gelados!

Com o verão a chegar lembrei-me de comprar este acessório da Tescoma para fazer cones de gelado, formas de tartelette e outras bolachinhas semelhantes. E que boa compra!

As pequenitas ficaram radiantes quando viram os cones! E o melhor? São bastante fáceis de fazer e o material é fácil de lavar!  Sabem que adoro coisas simples! 🙂

Screen Shot 06-01-18 at 02.21 PM

A bolachinha prepara-se de modo muito simples (rende cerca de 8 cones):

2 claras de ovo

4 colheres de sopa de amêndoa moída

4 colheres de sopa de polvilho doce

30-40 g açúcar mascavado em pó – > adaptar ao paladar

60 g manteiga amolecida (não derretida)

baunilha q.b. (raspar o interior de uma vagem de baunilha)

  1. Bater as claras em castelo (com o acessório batedor, na Cooking Chef bater por cerca de 1 minuto na velocidade 6 – se necessário, bater mais tempo).
  2. Adicionar o açúcar em pó (para pulverizar, utilizar um robot de cozinha – eu pulverizei na liquidificadora da Cooking Chef) a pouco-e-pouco, batendo sempre na mesma velocidade.
  3. Incorporar os restantes ingredientes, batendo apenas até obter um creme homogéneo (na Cooking Chef bati na velocidade 5).
  4. Espalhar com a espátula a massa na base e levar a cozer em forno pré-aquecido a 180ºC até estar dourado – cerca de 5 minutos.

IMG_20180531_115701[1]

5. Quando estiverem bem douradas, retirar com o acessório e enrolar de imediato (a massa arrefece muito rapidamente e depois torna-se impossível enrolar). Esperar uns segundos antes de retirar o acessório para que arrefeça na posição desejada. Colocar no suporte.

IMG_20180531_122656[1]

6. OPCIONAL: Preencher os cones com um pouco de chocolate derretido (as pequenitas já andam nos 85 %!)

IMG_20180531_124005[1]

7. Para o gelado: triturar banana, cerejas, morangos congelados num robot de cozinha de modo a obter um gelado cremoso e pronto a servir (preparei na liquidificadora da Cooking Chef).

Servir de imediato:

IMG_20180531_140810[1]

Segundo consta e estou a citar: “é o melhor gelado do mundo” 😛

Parceiros nesta receita:Tescoma e Cooking Chef

As minhas filhas comem glúten?

Hoje, Dia das Crianças, dedico os posts no blog a elas. Na verdade sabem que de um modo ou de outro é assim que oriento a minha vida.

19961201_2222622301096811_2773093602017514659_n

Mais do que apenas me preocupar com rótulos, procuro educá-las em busca de um equilíbrio, com tradição, pensamento na sustentabilidade e onde não falte amor. São crianças, como tal são constantemente sujeitas à pressão, não apenas das outras crianças, mas da publicidade assim como de adultos e da sociedade em geral. Não obrigo, explico e tento dar as ferramentas para que fora do seu espaço tomem as melhores decisões, educo para comer como educo para vestir, para higiene, ou para qualquer outro assunto.

E quais são as melhores decisões? 

As melhores decisões são as nossas. São aquelas que vão de acordo ao que sentimos e não são iguais para todos os momentos. Lemos, fundamentamo-nos mas cada decisão é apenas nossa.

Há tempos perguntaram-me porque eu não partilhava a rotina do dia-a-dia das minhas filhas. Bem, porque é a rotina das minhas filhas, não entendo que se aprenda com a cópia, mas sim com o auto-conhecimento. Mas, na esperança que possa ajudar alguém:

Que alimentação fazem as minhas filhas no dia-a-dia? 

O que comem as minhas filhas? Pois, depende. Se estiverem em casa, comem a comida normal, alimentação equilibrada, natural, simples. Se estiverem na escola, levam as suas marmitas com o lanche. Tento que o lanche tenha um equilíbrio entre um lanche saudável e um lanche divertido.

E o glúten?

O glúten continua a entrar na sua alimentação na rotina da escola. A ementa das escolas das minhas filhas é equilibrada, sem fritos, com muitos legumes, comida típica caseira.

Vou dar um exemplo de uma semana:

Segunda-feira: creme de ervilhas, empadão de atum com puré de batata, salada de alface e maçã.

Terça-feira: sopa de nabiça, frango assado com arroz de cenoura, salada de tomate e pêra.

Quarta-feira: Sopa de alface, feijoada de chocos e batata, salada de pepino e banana.

Quinta-feira: Sopa de bróculos, Bolonhesa de vitela e esparguete, salada de alface e laranja.

Sexta-feira: Creme de cenoura, sada russa com pescada e pêra.

Nesta semana em especial, entrou glúten na forma de esparguete uma vez na semana. Noutras semanas 2, outras 3 vezes.

Porque mantêm o consumo de glúten?

As minhas filhas não são celíacas e fazem uma alimentação rica e equilibrada. Se aderisse a uma “opção sem glúten”, o trigo seria substituído por arroz, rico em arsénico (cancerígeno) além de que as opções processadas sem glúten, geralmente têm maior quantidade de toxinas e químicos, como o glifosato.

Almoçar em casa seria uma opção para já, mas seriam as únicas a fazê-lo. Mais do que o consumo de glúten, preocupa-me que não se sintam descriminadas e pressionadas. Esta é a minha opção. São crianças saudáveis, não celíacas, que fazem uma alimentação equilibrada e rica, o consumo de glúten na escola e em dias especiais (quando a avó faz bolinho, por exemplo) não me preocupam, são excepções. As excepções tornam a nossa vida mais rica, dão-lhe memórias, já a rotina cria hábitos e educa 🙂

Qual o foco?

O foco passa por:

  • Comida caseira sempre que possível
  • Preferir produtos de produção extensiva, biológicos e caseiros
  • Recorrer aos “pacotinhos” bons por eventual comodismo e comparação com os coleguinhas
  • Redução progressiva do açúcar
  • O mais importante: sem pressão!

Novamente, esta é a  opção aqui de casa. É a opção por agora, amanhã poderá ser diferente, é adequada aquilo em que acreditamos, à nossa vida.

O que levar para um pic-nic?

As minhas filhas adoram um pic-nic (ou piquenique, como preferirem) e sempre que surge uma oportunidade, aproveitamos! Não sei se pensam como eu, mas o que valorizo são as memórias, o que se faz por quem amamos. Não interessa o dia marcado no calendário, não intessa o que se comeu, mas sim que o fizemos e onde o fizemos.

Claro que o que levamos vai de acordo com a alimentação que seguimos, nada mais natural, não é assim que fazem todas as pessoas? 🙂

O que levar para um pic-nic?

Salada

Fácil de comer, na forma de mini-pepinos e tomate cherry, ou para comer de faca e garfo!

IMG_20180526_132020[1]

Fruta

Neste caso fiz mini-espetadas pois a viagem foi curta. Frutos vermelhos inteiros ou uma salada de fruta regada com sumo de laranja ou limão para evitar oxidação é sempre uma boa opção.

IMG_20180526_132025[1]

Empadas fofas de frango

Estas empadas são um must-have nos nossos piqueniques. Ainda estou a acertar a adaptação, quando estiver no ponto, partilharei.

*receita aqui

IMG_20180526_131936[1]

Wraps 

Para os adultos preparei uns wraps em alface iceber, com peito de frango do campo assado, tomate, mostarda, espargos, pickles.

Para as pequenas preparei crepes com alface, tomate e carne.

Simples e delicioso!

IMG_20180526_132034[1]

Sandes

Por vezes também não falta a bifana em bolinhas de pão paleo.

29387161_2314082318617475_6346838297611862016_n

Receita do pão -> aqui

Espero que gostem destas sugestões!

 

Exemplo de um aniversário infantil “paleo”

Hoje finalmente consegui fazer um “apanhado” de algumas das coisas que preparei para o aniversário da mais pequena.

1 – Bolo de crepes

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Por aqui em dia de aniversário temos uma tradição: começamos o dia com “bolo de crepes”. Não coloco recheios pois cada um gosta à sua maneira, mas coloco as velas e começamos assim o dia, a 4 😍

Crepes -> Receita

2 – Almoço em família

Entrada: 

Pão de aveia e batata -> Receita

Calzone -> Receita

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Chouriço caseiro assado

Almoço:

Para o almoço com a família, serviu-se comida “normal”: carne grelhada, arroz, batata-frita em azeite virgem do Aldi (descompliquemos, minha tribo), ervilhas com ovos escalfados e feijão verde guisado

Sugestões para mesa de doces:

Pudim de claras -> Receita

Farófias -> Receita

Tarte de frutos secos -> Receita

Tarte Pastel de nata -> Receita

Cupcakes -> Receita do bolo e Receita da cobertura

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Salame -> Receita 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Brownies -> Receita

Bolo -> Receita do bolo e Receita da cobertura

Fiz uma “caverna” no interior do bolo onde coloquei morangos, framboesas, mirtilos, amoras e pequenas bolinhas de salame. Cobri com chocolate 74 % derretido.

 

* Aos que se preocupam com a quantidade de doces, não precisam. A família é grande, sabemos dividir e congelar. Ainda tenho bolos congelados 🙂 Relax 🙂

3 – Pic-nic na Badoca

20180506_134342

Para o pic-nic na nadoca levámos: pepino e tomate, bifana em bolinhas pão (receita) e fruta.

4- Lanche na escola

Infelizmente com a avaria do meu telemóvel, perdi as fotos. A receita é a mesma, mas apenas cobri com calda de chocolate (Natas+ chocolate 74 % + mascavado).

Levei mini-pizzas de batata-doce -> Receita

E o sumo Bio do Aldi que aparece na foto abaixo.

5 – Festa com as amiguinhas em casa

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Servimos batata frita em azeite virgem do Aldi, sumo BIO do Aldi, frutos vermelhos e o bolinho

Bolo -> Pão-de-ló da Evans e Receita da cobertura. Recheado com um preparado de mascarpone e chocolate derretido

SAMSUNG CAMERA PICTURES

6 ovos
90 Gr de farinha de arroz (usei fubá de mandioca)
70 Gr de fécula de batata (ou polvilho doce)
3 ou 4 cs de açúcar mascavado
1 colher de café de bicarbonato

Opcional: Cacau em pó q.b. (aprox. 20 g)

  1. Bater os ovos inteiros com o açúcar durante 10/15 minutos com a potência máxima da batedeira (bati na Cooking Chef na velocidade 6).
  2. Misturar as farinhas com o fermento. Polvilhar sobre a massa aos poucos, e envolver delicadamente com uma vara de arames. Cuidado para não tirar o ar ao bolo.
  3. Colocar em uma forma de silicone (com papel vegetal no fundo para não agarrar) e levar ao forno pré-aquecido a 180.C por 25/30 min.
  4. Depois de cozido e arrefecido cortar e rechear.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Espero que gostem das sugestões!

Parceiros nesta receita:  Cooking Chef

Risotto de farinheira, boleto e espargos

Comprei esta farinheira e boletos na página Vale da Aramenha. A farinheira é feita com farinha de castanha alentejana DOP, sem trigo, e é deliciosa! Que saudades tinha de uma farinheira! A página em questão faz uma desconto nos portes a quem for recomendado pela minha página – mencionem que a Argas vos indicou 🙂

IMG_20180517_124052[1]

Segui a indicação de Risotto do livro da Cooking Chef, e ficou fabulástico!

Ingredientes: 

Ingredientes 1

1 colher de sopa de azeite

Ingredientes 2

80 g farinheira castanha

1 dente de alho

1 punhado de boletos

Ingredientes 3

100 g arroz (usei especial para arroz doce)

Ingredientes 4

35 ml vinho branco OU a água de hidratar os boletos

Ingredientes 5

200 ml água de hidratar os boletos

um punhado de espargos

temperos

Servir:

Cheddar, parmesão ou outro queijo a gosto!

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Preparação: 

  1. Colocar o batedor de remover e o clipe de misturar.
  2. Seleccionar o programa Pratos Salgados -> Pratos Principais -> Risotto.
  3. Adicionar os ingredientes 1 e colocar o resguardo antissalpicos e seleccionar Enter.
  4. Adicionar os ingredientes 2 e seleccionar Enter.
  5. Adicionar os ingredientes 3 e seleccionar Enter.
  6. Adicionar os ingredientes 4 e seleccionar Enter.
  7. Adicionar os ingredientes 5 e seleccionar Enter. Passado 10 minutos adicionar os espargos.
  8. Servir de imediato polvilhando com queijo ralado.

p

Espero que gostem!

Parceiros nesta receita:  Cooking Chef e Vale da Aramenha

 

 

 

 

 

Torta de noz e doce de ovos

Esta torta é uma adaptação do Tronco de Natal que partilhei convosco. Substitui metade da amêndoa por noz e recheei com doce de ovos. Aprovadíssima 🙂

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Para a torta: 

6 ovos

75 g açúcar de coco

80 g polvilho doce

50 g amêndoas moídas

50 g nozes moídas

60 ml bebida vegetal

1 colher de café de bicarbonato de sódio

  1. Bater as claras em castelo (na kCook Multi, bater as claras em castelo na velocidade 8 por 3 minutos). Reservar.
  2. Bater as gemas, as farinhas, a bebida vegetal e o açúcar por cerca de 1 minuto (na kCook Multi por 1 minuto na velocidade 6).
  3. Incorporar as claras delicadamente com a espátula.
  4. Colocar a massa num tabuleiro forrado com papel vegetal – usei este tabuleiro da Sweet Selection.
  5. Levar ao forno a 180ºC até estar cozido (aprox. 20 minutos).
  6. Desenformar de imediato sobre um pano de cozinha, rechear com o doce de ovos e enrolar.

Para os ovos moles:

3 gemas de ovo
80 g mel
50 g água

1. Colocar todos os ingredientes na kCook e programar 100ºC, 3 min., vel 4.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Espero que gostem!

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Parceiros nesta receita: KCook Multi, Sweet Selection

Cheesecake de morango

Este semifrio é uma adaptação do cheesecake de limão já aqui partilhada. Preparei um curd de morangos e com ele enriqueci as diferentes camadas do cheesecake.

31239340_2367470856611954_7665749615215378432_n

Curd de morango:

250 g morangos

70 g manteiga

50 g açúcar

1 colher de sopa de polvilho doce

60 ml natas

  1. Colocar todos os ingredientes na kCook Multi com o acessório de triturar e começar por colocar por alguns segundos na velocidade 10. Programar por 7 min, 90 ºC, vel.4 e triturar até ficar homogéneo. Reservar no frigorífico até arrefecer.

Recheio:

1/4 chávena de sumo de limão

5 folhas de gelatina (algo assim) ou 2 colheres de sobremesa de gelatina em pó (algo assim)

3 embalagens de queijo creme E/OU quark E/OU mascarpone ( 750 g no total)

1/4 a 1/2 chávena de açúcar mascavado pulverizado

250 ml natas

  1. Começar por humedecer a gelatina em água.
  2. Bater o queijo creme com o açúcar por 1 minuto na velocidade 6.
  3. Adicionar as natas e 2 colheres de sopa de curd de limão. Bater até incorporar (mais alguns segundos na velocidade 6).
  4. Escorrer as folhas de gelatina, levar por uns 10-15 segundos ao microondas e adicionar ao preparado anterior, batendo por mais alguns segundos. Reservar fora do frigorífico.

Montagem:

  1. Colocar cerca de metade do preparado do recheio na forma de cheesecake (usei esta forma desmontável de Sweet Selection). Colocar no frigorífico por cerca de 30 minutos para solidificar.
  2. Passado esse tempo, adicionar curd de morango ao recheio restante até que fique a gosto (reservar um pouco de curd para a cobertura). Colocar novamente no frigorífico por cerca de 30 minutos para solidificar.
  3. Espalhar o curd na cobertura e refrigerar por cerca de 24h até ao momento de servir.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Decorar com fruta a gosto!

Espero que gostem!

Inspiração do curd de morango: Coco e Baunilha

Parceiros nesta receita: kCook Multi e Sweet Selection.